DGH   As iniciativas divulgadas neste espaço do INSA forma + são dinamizadas pelo Departamento de Genética Humana (DGH) do INSA,IP
Datas: 22 de abril (1ª edição de 2020) e 28 de outubro (2ª ed.) 
Duração: 7 horas
Local: no Centro de Saúde Pública Gonçalves Ferreira, no Porto (ver localização)
Preço da inscrição: €20
Data limite de inscrição: 08 de abril (1ª ed. de 2020) e 09 de outubro (2ª ed.)
Código: 2020DGH0101 (1ªed. de 2020) | 2020DGH0202 (2ª)
Coordenação: Laura Vilarinho
Nº mínimo e máximo de formandos: 8 a 30

Sumário
Destina-se a todos os profissionais que intervêm no diagnóstico de doenças incluídas no Programa Nacional de Diagnóstico Precoce. A ação de formação tem como principais objetivos: informar os participantes sobre a organização do Programa Nacional do Diagnóstico Precoce; discutir os problemas relacionados com a colheita de sangue, com a conservação e envio das fichas; informar sobre as patologias atualmente rastreadas, os critérios de seleção utilizados e o modo pelo qual deve ser conhecimento aos pais sobre os resultados do rastreio.

Consulte o programa  |  Inscrição  (1ª edição de 2020)  

Data: 12 a 16 de outubro de 2020
Duração: 5 dias (30 horas)
Local: nas instalações do INSA, em Lisboa 
Preço de inscrição: €500
Condições especiais de inscrição: 20% de desconto para mais de 2 profissionais da mesma instituição; €300 para estudantes; 10% desconto para sócios da ANBIOQ, da APTAC e da Ordem dos Biólogos.
Código: 2020DGH0303
Formadores: Henriqueta Louro, Maria João Silva
Coordenação: Maria João Silva
Nº mínimo e máximo de formandos: 3 a 5 formandos

Sumário
A Toxicologia Genética estuda os efeitos adversos de xenobióticos ao nível do genoma dos organismos vivos, procurando compreender a interação gene-ambiente e suas consequências para a saúde humana. Assente numa forte componente prática, o presente curso irá proporcionar aos formandos uma introdução aos conceitos essenciais e às metodologias usadas na área da Toxicologia Genética. O curso decorre em contexto laboratorial e é organizado pela Unidade de Investigação e Desenvolvimento em Genética Humana do Instituto Ricardo Jorge

Programa provisório
Introdução teórica aos conceitos de toxicologia genética.
Metodologias de toxicologia genética, nomeadamente:
- cultura e manutenção de uma linha celular humana.
- análise da citotoxicidade de agentes xenobióticos.
- ensaios de genotoxicidade in vitro: ensaio do cometa e ensaio do micronúcleo.
- ensaios de genotoxicidade in vivo em modelos animais
- poder preditivo dos ensaios de curto-termo em Toxicologia Genética para deteção de atividade cancerígena.
- aplicações dos métodos: autorização de introdução no mercado de novos medicamentos de uso humano e veterinário e de aditivos alimentares, nanotoxicologia, biomonitorização humana, monitorização da terapêutica, desenvolvimento de novos fármacos, investigação.

Inscrição

Data
Duração: 7 horas
Local: nas instalações do Instituto Ricardo Jorge, em Lisboa
Preço da inscrição
Condições especiais: 
Data limite de inscrição
Código: 2019DGH0306
Coordenação: Maria João Silva  |  Henriqueta Louro

Sumário
Tem vindo a aumentar a preocupação com os potenciais riscos para a saúde humana e para o ambiente decorrentes da exposição a nanomateriais em contexto ocupacional, ambiental ou através de produtos de consumo, representando um desafio para as autoridades de saúde e ambiente, à escala mundial. Em particular, o impacto dos nanomateriais sobre o genoma humano (efeitos genotóxicos e epigenéticos) pode implicar riscos acrescidos de doenças crónicas, incluindo doenças oncológicas que se poderão manifestar apenas a longo prazo e cujo impacto ainda se desconhece. Nesta perspetiva, mostra-se necessário que investigadores, trabalhadores, profissionais da Saúde e cidadãos em geral, tomem consciência dos potenciais riscos para a saúde decorrentes da exposição a nanomateriais, bem como formas de os prevenir ou mitigar, no sentido de assegurar a Saúde Pública. 

Neste workshop, pretende-se estimular sinergias entre projetos nacionais sobre a segurança de nanomateriais e as nanotecnologias. Os aspetos a abordar incluem a síntese e aplicação de nanomateriais, a sua potencial toxicidade, particularmente, ao nível do genoma humano, a avaliação de risco dos nanomateriais e sua aplicação em termos de avaliação e de gestão do risco. Como destinatários, os investigadores das áreas da síntese e aplicação de nanomateriais, da nanotoxicologia, das áreas da saúde e ambiente, bem como os profissionais dos setores industrial e regulamentar e cidadãos com interesse em nanotecnologias, nanotoxicologia, saúde ambiental e ocupacional. A iniciativa enquadra-se nos projetos ToxApp4NanoCELFI e INGESTnano, financiados pela Fundação para a Ciência e Tecnologia.

Consulte o programa |  Pré-inscrição