Data: 19 a 23 de setembro (1ª edição); 26 a 30 de setembro de 2022 (2º edição)
Duração total: 10 horas
Regime de funcionamento: em e-learning com sessões assíncronas geridas pelo formando e sessões síncronas com o formador nos dias 21 e 23 de setembro, entre as 10h30 e as 12h00. A participação nas duas sessões síncronas é obrigatória.
Preço da inscrição: gratuita para os profissionais de Saúde dos PALOP, mediante a apresentação de cédula profissional.
Data limite de inscrição: 9 de setembro de 2022
Código
Formadores: Rita Macedo e Andrea Santos
Coordenação: Rita Macedo

Sumário
Com uma incidência global crescente ao longo dos últimos anos, a tuberculose (TB) continua a ser um problema de Saúde Pública em todo o mundo. A resistência aos antibióticos e, em particular, a multirresistência, tem constituído um desafio para os programas de controlo da TB e o laboratório assume assim cada vez maior importância na confirmação dos casos de tuberculose, com isolamento do agente e subsequente estudo de suscetibilidade aos antibacilares. 

O curso “Diagnóstico laboratorial de tuberculose” é dirigido a profissionais de saúde e a todos os licenciados na área das Ciências da Vida e da Saúde. Permitirá aos participantes conhecer e desenvolver competências nas áreas da biossegurança, preparação, colheita e envio de amostras biológicas para o laboratório, e das técnicas de diagnóstico laboratorial da TB tirando partido de uma formação à distancia sempre em contacto com o formador. O Laboratório Nacional de Referência da Tuberculose do INSA, enquanto laboratório nacional e supranacional de referência para os PALOP, pretende com uma oferta de formação à distância, estreitar as ligações entre os laboratórios de TB e contribuir para a uniformização de metodologias e um melhor diagnóstico tendo em vista a concretização das metas definidas pela OMS.

Consulte o programa   |  Inscrição AQUI (ESGOTADO)