Data: 22 de março de 2021
Horário: 10h30 às 12h30
Formadores: Cristina Veríssimo; André Dias

Síntese
A meningite criptocócica causada por Cryptococcus neoformans ou por C. gattii é uma infecção oportunista grave e uma das principais causas de morbilidade e mortalidade em doentes HIV, sendo responsável por cerca de 15% do total de óbitos a nível mundial. Estima-se que 223.100 casos de meningite criptocócica resultem em 181.000 mortes a cada ano neste grupo de doentes. O número de casos de infeções por Cryptococcus tem vindo a diminuir nos doentes HIV, após a introdução do tratamento antirretroviral e a utilização de fluconazol para o seu tratamento. No entanto, nos países em desenvolvimento, onde os testes de diagnóstico rápido e punção lombar não estão disponíveis, o número de mortes associadas a esta infeção permanece elevado devido ao diagnóstico tardio da doença.  Esta formação incidirá sobre o contexto epidemiológico desta infeção, os seu agentes etiológicos e metodologias utilizadas para o seu diagnóstico laboratorial. Neste webinar, será abordado o contexto epidemiológico desta infeção, principais grupos de risco e os métodos recomendados para o diagnóstico laboratorial desta infeção.

Consulte o programa  |  Inscrição AQUI