Data: 18 de novembro de 2020
Duração: 2h45
Horário: 10h-12h45 (horas de Lisboa)
Coordenação: Raquel Guiomar

Sumário
A resposta à emergência e ao diagnóstico laboratorial do novo coronavírus SARS-CoV-2 originou grandes desafios aos laboratórios no início de 2020. A implementação rápida do diagnóstico molecular foi possível pela célere sequenciação do genoma viral e pela partilha da informação com a comunidade científica, o que permitiu desenvolvimento de procedimentos de biologia molecular para a deteção do novo coronavírus (SARS-CoV-2). A metodologia de RT-PCR é a metodologia de referência para o diagnóstico laboratorial da COVID-19, no entanto outras metodologias foram desenvolvidas para a rápida deteção do SAR-CoV-2, nomeadamente os testes rápidos de antigénio que são hoje utilizados em situações com necessidade de um resultado urgente. Aos testes de deteção de anticorpos contra o SARS-CoV-2 são um complemento aos testes de biologia molecular e permitem a avaliação da seroprevalência de anticorpos ao nível populacional. 

A formação tem como objetivos:

  • apresentar os diferentes tipos de testes de biologia molecular e de deteção de anticorpos para o diagnóstico da COVID-19;
  • dar a conhecer metodologias para a seleção, avaliação e monitorização dos testes laboratoriais para a deteção do SARS-CoV-2;
  • informar sobre quando e onde utilizar os diferentes tipos de testes laboratoriais.

Consulte o programa |  Inscrição AQUI